Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 28/10/2015 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

Apac participa do Congresso Nordestino de Municpios 2015



A Confederação Nacional de Municípios (CMN), em parceria com a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), realizou, nos dias 22 e 23 de outubro de 2015, o Congresso Nordestino de Municípios O evento reuniu prefeitos, secretários municipais, vereadores e gestores para debater diversos temas relativos à região Nordeste.


A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) participou do painel "Crise hídrica no Nordeste: alternativas de convivência". O painel teve como um dos expositores o diretor-presidente da Apac, Marcelo Asfora, que apresentou histórico da estiagem no Nordeste:"Se acha que a seca é igual em todo Nordeste, não é", alerta.


Para o palestrante, a seca historicamente tem sido tratada como uma doença excluída. "A maior metrópole hoje do País vive uma seca e nega porque está relacionada à falta de desenvolvimento e à pobreza. A seca tem que ser trada no conceito da Defesa Civil: prevenção, preparação, socorro e reconstrução. Não dá pra tratar só depois que ela acontece."


O diretor-presidente da Apac entende que os Municípios e Estados devem ter planos de prevenção: "Se não executarmos a infraestrutura adequada, obras temporárias, jamais vamos resolver o problema". Monitorar a seca também é uma tarefa a ser adotada, assim como se monitoram as chuvas. "A gente nunca sabe o trabalho que ela vai dar, quanto tempo vai ficar, então precisamos ter o mínimo de planejamento para conviver com este fenômeno. Isso só acontece se você sabe suas vulnerabilidades, se monitora a questão. Estados e Municípios devem buscar instrumentos", recomenda.


Na oportunidade, os presentes puderam observar as ações desenvolvidas pela Apac que embasam as tomadas de decisão do Governo de Estado: o Monitor da Seca, o acompanhamento da situação das barragens e do fenômeno El Niño.

 

Mais informações sobre o Congresso Nordestino de Municípios abaixo:

http://www.dialogo.cnm.org.br/index.php