Topo do Governo de Pernambuco
Link para Barra do Governo do Estado de Pernambuco PortalPE - pgina histria de Pernambuco PortalPE - pgina Perfil do Gorvenador PortalPE - pgina Secretarias do Estado PortalPE - pgina Programas do Governo PortalPE - pgina ltimasNotcias PortalPE - pgina Servios Online PortalPE - pgina Rdio SEI

Not�cias

Not�cias

Publicado em 18/09/2019 | Categoria: APAC em destaque
Voltar

Governo de Pernambuco ampliar participao de ONGs e Instituies no Frum Clima

Encontro extraordinário do Fórum Pernambucano de Mudanças Climáticas debateu alterações no decreto de criação e os dados do inventário estadual de emissão gases do efeito estufa.

 

 

O Governo do Estado vai ampliar a participação de organizações não governamentais (ONGs) e outras instituições que atuam na área ambiental e em outros setores no Fórum de Mudanças Climáticas de Pernambuco. A decisão foi apresenta e aprovada durante a 3ª Reunião extraordinária, realizada nesta terça-feira (17/09), no auditório da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no bairro dos Aflitos, no Recife.

           

O Fórum é coordenado pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e conta com a participação da Agência Pernambucana de Águas e Clima – APAC e de diversos órgãos governamentais. A proposta de alterar o decreto de criação do fórum surgiu quando foi reativado, em maio deste ano, estabelecendo um grupo de trabalho para elaborar as mudanças. Um dos objetivos é facilitar a participação de instituições importantes no debate sobre as mudanças climáticas, como ONGs, e universidades públicas e privadas, que são agentes incentivadores de estudos e pesquisas na área.

 

O fórum já vem propondo uma ampla participação de vários segmentos da sociedade civil quanto do poder público, mesmo que oficialmente não estejam no decreto. Essas alterações só confirmam a nossa linha de construção participativa do Governo do Estado, para a construção da pauta climática. Tínhamos 20 representantes e vamos passar para 34, sendo quatro dessas vagas para representações de ONGs que trabalham com a pauta ambiental. A oficialização é importante para que eles tenham voz ativa nas sugestões de políticas que beneficiem o meio ambiente, afirma o secretário de meio ambiente, José Bertotti.   

 

Também foram apresentados dados parciais que estão sendo levantados para compor o relatório do inventário dos gases de efeito estufa (GEE) de Pernambuco. O documento está sendo elaborado pela Semas, em parceria com diversos órgãos, desde maio deste ano. O inventário é essencial para o planejamento na elaboração de políticas públicas de adaptação e combate aos efeitos do aquecimento global.

 

Fotos: Lu Rocha / Semas-PE